quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Maluco da Br

A loja está aberta, e o coração também.
Muito tempo se passou, e ainda não chegou ninguém.

Quero vender,preciso comer e viver também.
Mais o que posso fazer se ainda não chegou ninguém?

O que me resta é esperar! E quando alguém comprar, o que quero vender.
Vou sorrir e agradecer.

Com uma nota na mão vou correndo comprar o pão.

Gosto de ver a arte partir,a casa de alguém colorir,ou o pulso enfeitar,isso quando não faço brinco, colar, para a donzela ficar mais bela.

As vezes gosto de esculpir,ou uma luminária talvez, quem manda é o fregues.
No pano cola de tudo de maluco a Burgues.

A cada cidade que fica para Trás uma historia.
Cada historia,um lugar especial na memória.

E assim sigo a vida sem destino.

Mais uma coisa é certa!
Sigo sempre sorrindo

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

TRANQUE A PORTA.


Tranque a porta... eu não retornarei mais.
Ao trancar a porta nossa historia ficara para trás.

Os sorrisos, as viagens, as noites de amor, o vaso de flor,nosso café da manha, os filmes, as confissões, os sonhos, as ilusões...

È pela fresta da porta que me vê partir.
Não é hora de chorar é hora de refletir...

Enquanto estás refletindo, eu sigo sorrindo
sabendo que minha parte eu fiz.

Tranque a porta... eu não retornarei mais...
O que passou, passou, não adianta olhar para trás...

E quando ouvir nossa canção...
Pense que foi tudo como um sonho bom...

Elevador chegou... Sua porta fechou...Sonho acabou...


domingo, 18 de outubro de 2015

A Princesa e o Plebeu

A Princesa e o Plebeu...

Como em um conto de fadas você apareceu...
A vida te fez Princesa o destino me fez Plebeu.

Sua morada um lindo Castelo...
Minha morada um local singelo.

Sua refeição um banquete.
Minha refeição migalhas de pão e um copo com Leite.

Seu travesseiro Penas de ganso...
O meu palhas de celeiro...

Seu quintal muralhas de uma fortaleza
O meu a mais linda Natureza

Quis o destino sua vida mudar
Seu Castelo foi atacado não ficou em pé um só soldado.

O que era Castelo agora é ruína...
Em sua face o que era força de mulher se transformou em medo de menina.

Perdida na Floresta fui seu guardião...
Acolhi-te em minha cabana e dividi com você o Pão.

Curei sua ferida, lhe apresentei o lado simples da vida.
Aprendeste a semear a terra, a colher o fruto.

Contemplava o sol e a lua, banhava-se nas águas da cachoeira.

Sua face se renovara tinha brilho nos olhos e um lindo sorriso.

Deusa lua se foi...

Astro Rei Nasceu...
E  na calmaria da manha um galope quebrou o silencio da floresta.

Através da fresta da cortina, avistei um Príncipe surgir...
Montado em seu cavalo branco, coberto de joias da realeza.

Transformou minha felicidade em tristeza...

Levando em sua garupa a minha Princesa, e com ela
toda minha riqueza...
     

  






   
  
  



Acorda João !

Acorda João! são 4:30 da manha.
Lave sua face sofrida,
de uma noite mal dormida,
que tu pensavas nos problemas da vida.
Hoje não tem café
Ficara para os filhos e a mulher.
São 5:30 hs,
O coletivo chegou! pegou João,José,Maria,Benedita,e outras dezenas mas.
6:30 hs
Lá vai João, José,Maria Benedita,e outras dezenas mas agora é a vez do trem.
7:30 hs
João aperta o passo...
8:00 hs
E não pode atrasar se o cartão 08:01 passar o patrão manda para casa voltar.
O serviço é Braçal, la do alto sob a mira daquele que tudo pode.
João é cobrado,humilhado,aguenta tudo calado.
O tempo parece não passar...
Chegou a hora de descansar a marmita pegar o corpo alimentar.
João só arroz e feijão ?
O corpo necessita mais!
Faça uma oração nobre rapaz que Deus te ajude seu turno terminar.
13:00hs,14:00hs,15:00hs 16:00hs,17:00hs,18:00hs hora de partir...
O patrão sorri e pede para voltar.
Nobre João precisamos de você tem que nos ajudar se você ficar até mais tarde O banco de horas eu irei pagar.
19:00hs,20:00hs 21:00hs.
Passa o cartão,aperta o passo,pega o trem e o coletivo
Para no Bar da um gole na birita
Ve um amigo de carro importado chegar.
João meu amigo...
Sua vida é sofrida quero lhe ajudar
Você só precisa segurar a Arma e vigiar a policia chegar.
João vigiou... A policia chegou... Um Tiro levou...
No chão estendido tá o corpo de João...
Chora a viúva as crianças e o Patrão...

terça-feira, 31 de março de 2015

A Voz do Gueto.

A voz do gueto 
O som do gueto e do favelado é o grito dos excluídos.
E não um gemido safado.
O som do gueto e do favelado é resistência e protesto em Ritmo e Poesia.
E não uma grande e descarada orgia.
O som do gueto e do favelado tem o poder de atingir o mundo.
E não só quem está do seu lado.
O som do gueto e do favelado ostenta cultura e sabedoria
E não dinheiro e putaria.
O som do gueto e do favelado domina o coração e a mente.
E não te transforma em demente.
O som do gueto e da favela mostra o quanto a mulher é bela
E não degrada a imagem dela.
Eu ouço a voz do gueto e jamais vou me curvar diante da falta de respeito.
By Eugenio Appugliese

sábado, 18 de outubro de 2014

Só hoje...

So por hj 
so por hj eu quis ficar sem vc 
so por hj eu nao quis te ver
so por hj escolhi nao te ouvir
so por hj nao te vi sorrir 
so por hj fiquei sem seu abraço apertado
so por hj fiquei sem seu bjo molhado
so por hj nao pensei em ti
so por hj desisti de ti
amanha talvez eu faça tudo outra vez
e quando pensares em mim
ai sim nunca mais ficarei sem vc...

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Retrato do coração


Que a fé que eu carrego em meu peito, em sonhar com um mundo perfeito, jamais seja abalada.
Que a força que a mim Deus confiou, nunca deixar de acreditar no amor.
Que a cada amanhecer, renasça a vontade de viver.
Que a paz e a liberdade, que hoje é um sonho, se torne realidade o quanto antes.
Que o criador preserve meus sentidos, para que eu possa sentir a vida em toda sua plenitude.
Não mais do que viver... viver... e viver.... 

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Quem assassinou o amor ?

Quem assassinou o Amor ?

A  Vaidade a liberdade ou a dor.
Quem assassinou o amor ?
Assassino frio e calculista fugiu sem deixar pista
deixando somente um rastro de dor.

O egoismo é suspeito!
Por pensar muito em si sufocou o amor em seu peito.

A quem diga que foi a ganancia !
Que com muita elegância,com seu charme fatal.
Matou seu amor, com golpes de punhal.

Quem assassinou o amor ?

O ciumes talvez ?
Por se sentir traido,não aguentou ouvir em sua mente os gemidos
em um ato inconsequente,assassinou o amor.
Feito filme de terror.

Quem assassinou o amor na verdade não importa !
Temos que viver de maneira a nunca deixar o amor morrer...

                                                            Eugenio Appugliese    

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Dois corações

Meu coracao bate forte
O seu nao
Sera falta de sorte? 
Impossivel ser feliz andando na contra mao.
Meu coracao bate forte 
O seu nao
Te quero do meu lado
Vc nao.
Meu coracao bate muito forte
O seu tao fraco.
Te recebo com sorriso nos labios
Vc nao.
Mais como bate forte meu coracao
Que te abraco tao apertado
Mais vc...vc nao.
Nem quando a noite cai e o sono vem meu coracao bate fraco.
No silencio do meu quarto e possivel ouvir ele bater.
E bate forte que tenho medo que fure meu peito...
E o sono me traz o sonho e no sonho um anjo veio me dizer.
Aquete o coracao permita que ele bate forte para aquela que va te merecer.
So assim com dois coracoes batendo forte.
E que as coisas irão acontecer.

sábado, 26 de outubro de 2013

Amor Vampiro

Amor vampiro...
Amor proibido...
Seu coracao esta dividido.
E a estaca esta em meu peito.

Amor vampiro...
Nao te vejo na luz do dia.
Mas e a meia luz que voce me seduz.

Vestida de noite,cabelos negros,iris cor de mel.
Labios vermelhos, que de encontro aos meus me faz flutuar ate o ceu.

Vampira,felina,corpo de mulher,face de menina.

Retire a estaca do meu peito,me deite em seu leito.desfere em mim sua mordida,cicatriza a ferida e me faca imortal.

E pela eternidade da vida serei vampiro faminto pelos beijos seus. 

Fim...

terça-feira, 16 de abril de 2013

Segredo


Em algum momento alguém me olha e eu não percebo.
Em algum momento eu sou um objeto de desejo.
Em algum momento eu faço parte dos sonhos de alguém.
Um dia há de os olhares se cruzarem
Os corpos colarem...
E o sonho se tornar Real.  
E quando a declaração for feita baixinho no ouvido.
Arcanjos e Querubins no céu estarão sorrindo.
Segredo agora revelado, amor livre e não enjaulado.
Corações que batem juntos...
Duas Almas em uma única direção...
Pegadas na areia.
Adeus Solidão...   

domingo, 17 de fevereiro de 2013

O Abraço


O Abraço é um laço, que transforma duas pessoas em um único ser.
Aquece, conforta, faz o mal desaparecer.
Pode ser de emoção,amor ou carinho.
Alguns se abraçam chorando outros se abraçam sorrindo.
Abraça a Mulher o Homem a menina e o menino
Eu gosto do abraço apertado
Eu gosto do abraço apaixonado
Só não gosto do abraço da despedida
Por que, esse deixa minha alma partida


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Um Anjo escreveu


Tranquila e cheia de magia foi a noite em que você surgiu.
Ao ver nosso encontro um anjo no céu sorriu
Tramava o plano das nossas vidas
Indeciso pensativo escrevia as primeiras linhas.
Amizade foi a primeira palavra que escreveu
Não demorou muito e o amor na sua mente apareceu.
Escolheu seu texto colorir.  

Sobre sua pagina nossa historia começou a evoluir.
Olhares que se cruzam, palavras sussurradas.
Amor brotando no coração, felicidade, cumplicidade.  
Respeito,carinho,atenção.
Escrita por um anjo Adeus.
Solidão. 
© Eugenio Appugliese

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Amazonas



  Amazonas voa baixo em seu corcel.
  Cabelo negro ao vento,e labios sabor de mel.
  Nos meus sonhos vou te encontrar, em sua garupa irei montar...
  Seu corpo abraçar, e por veredas vamos viajar.

  Subiremos  no alto de uma colina em nossa face a brisa...
   e no horizonte o sol se põe.


  Anoitece, a Lua aparece, para contemplar nossa noite de amor.
  Minha boca prova a doçura da sua,minhas mãos deslizam na sua pele nua.
  Seu perfume tem cheiro de flor.
   
 Mulher com face de menina nessa terra, pessoa  mais linda não há
 Nessa noite toda natureza foi testemunha que nasci para te Amar  
 
© Eugenio Appugliese